26 de setembro de 2018

123

Growth Hacking

Growth Hacking é uma técnica que abrange diversas áreas de uma empresa para bolar gatilhos para o seu crescimento. Essa é a razão para leitura deste artigo – aqui estão listadas algumas práticas empregadas por empresas de tecnologia que resultaram em seu rápido crescimento e que podem inspirá-lo a adotar técnicas para o crescimento do seu próprio negócio.

Pensando exatamente nisso, nós desenvolvemos um E-Book Growth Hacking sobre essa nova filosofia administrativa baseada na coleta e interpretação de dados provindos do contato do usuário com o produto da empresa para que você entenda como funciona o ciclo desse processo contínuo.

 As técnicas descritas neste artigo e adotadas pelas grandes empresas de tecnologia focam na análise do seu produto e operação para atingir o crescimento esperado. Quem sabe não tem algo que possa te inspirar a refletir sobre seu negócio e seu crescimento.

1. Airbnb

No início de sua operação, o Airbnb utilizou a numerosa base de clientes do Craiglist para obter os clientes que eles precisavam. Assim, o time do Airbnb criou um mecanismo para fazer um post realizado no Airbnb para o Craiglist por meio de apenas um clique. Isso gerou muito tráfego para o site do Airbnb, já que depois as pessoas eram redirecionadas ao seu site no momento em que clicavam no imóvel postado.

 

Após o sucesso dessa tática, o Airbnb ainda notou que muitas pessoas entravam no site, buscavam locais, encontravam imóveis interessantes, mas não fechavam o contrato de locação. Isso porque até então o proprietário tirava as fotos de uma maneira pouco atrativa ao usuário. A partir dessa informação, a empresa passou a contratar um fotografo profissional para tirar fotos dos imóveis e o resultado foi a curva de crescimento abaixo:

 

 

2. Dropbox

Para crescer o Dropbox usou uma campanha do tipo referral: o usuário deveria realizar uma série de ações com o intuito de divulgar o serviço para ter uma experiência superior com o próprio produto. Vale ressaltar o principal desse tipo de técnica: oferecer uma experiência privilegiada do seu próprio produto para aqueles que divulgam o seu serviço.

3. Groupon

O modelo de negócios do Groupon era baseado no uso do serviço por grupos de pessoas. Assim, nada mais óbvio do que fazer uma campanha considerando esse fator: as pessoas deveriam compartilhar algo em conjunto para ter acesso às promoções. Assim, o próprio modelo estimula que as pessoas compartilhem o conteúdo ou serviço para que tenham acesso aos benefícios do produto.

 

4. Hotmail 

Se você tem uma base de usuários que utiliza seu produto interagindo com outras pessoas, porque não deixar uma mensagem para que outras pessoas também o utilizem? O Hotmail, ao oferecer o seu serviço adicionava a cada e-mail enviado por seus usuários uma mensagem para chamar a atenção de outras pessoas para o serviço.

5. Hubspot

Uma maneira de obter crescimento é mostrar às pessoas a necessidade do seu produto. Ao fazer um teste gratuito oferecido pelo Hubspot, as pessoas poderiam verificar se o site deles continha os requisitos necessários para ter um bom desempenho. Ao verificar que o resultado era baixo, os usuários poderiam contratar os serviços do Hubspot para otimiza-lo.

6. LinkedIn

O LinkedIn adota várias técnicas de Growth Hacking. Desde enviar e-mails que as pessoas nunca enviaram para outras pessoas solicitando conexão (por conta da autorização para se comunicar com seus contatos) até a importação de contatos de outros serviços. Essa técnica de utilizar seus contatos de outros serviços é extremamente eficaz para trazer novos usuários à plataforma, mas também para aumentar sua rede de contatos, melhorando assim o produto oferecido pelo Linkedin.

7. PayPal

O PayPal adotou um mecanismo de indicação de amigos para obtenção de um bônus. Assim, caso uma pessoa indicasse um amigo, aquela passaria a receber o bônus prometido. Isso fez com que houvesse um crescimento diário da empresa correspondente a 7% a 10%.

 

8. Shazam

Para crescer o Shazam adotou uma estratégia relacionada ao seu produto: ele força as pessoas a levantarem seu telefone com uma tela contendo o seu símbolo para que o software seja capaz de identificar uma música e entregar o nome do artista e da música que o usuário deseja descobrir. Isso faz com outras pessoas tenham curiosidade naquele gesto realizado pelo usuário e passem a entender o que é o software que ele está utilizando.

Isso fez com que as pessoas tivessem conhecimento sobre a existência do software de forma que ele foi baixado mais de um bilhão de vezes.

 

Se você quer se aprofundar ainda mais nesse tema, criamos um curso específico para que empreendedores e advogados(as) possam aprender técnicas de growth hacking aplicáveis ao Direito: Legal Hacking. O curso aborda técnicas de growth hacking para que o advogado possa aplicar algumas técnicas para oportunizar o crescimento do seu cliente por meio de estratégia jurídica e para que um empreendedor entenda como utilizar a área jurídica desta maneira estratégica.

Fonte: OptinMonster

Erik Nybo

Head of Inspiration

Co-fundador da Edevo - Escola de Negócios, Inovação e Comportamento, Head de Inovação no Molina Advogados e advogado graduado pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP).